António Aleixo, o poeta de Vila Real de Santo António

António Aleixo nasceu a 18 de Fevereiro de 1899 em Vila Real de Santo António e morreu a 16 de Novembro de 1949 em Loulé.  Apesar de ter nascido em Vila Real de Santo António, António Aleixo e a sua família transferiram-se para Loulé em 1906. Como era hábito na época, aprendeu a profissão do pai, ou seja, a de tecelão, mais tarde fez o serviço militar e depois alistou-se na polícia de Faro sendo louvado pelo comissário, foi para França e quando voltou vendia gravatas.

Em 1943 foi internado devido a tuberculose e acabou por falecer e 1949.

António Aleixo, é um poeta particular. Embora tivesse frequentado o ensino durante dois anos, não escrevia correctamente. Não se pode então considerar o António Aleixo um poeta culto. As suas quadras eram espontâneas, a sua inspiração para as quadras surgia em diversas situações, poderia ser em festas, feiras ou a pedido de amigos.

“O que caracteriza a poesia de António Aleixo é o tom dorido, irónico, um pouco puritano de moralista, com que aprecia os acontecimentos e as acções dos homens. E, no fundo, muito embora não seja um revoltado, é a chaga aberta de um sofrimento íntimo, provocado por certas injustiças, a fonte dos seus desabafos.”

Fonte Consultada:

http://www.fundacao-antonio-aleixo.pt/

Imagem retirada de:

http://nunoanjospereira.wordpress.com/

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: